"DÊ UM JEITO NESSA CASA"

cenografia

"O cenário apresenta um espaço que se confunde entre a casa de uma das atrizes e o cenário da peça que elas estão apresentando.

A casa tem uma possível organização de cômodos que se altera durante a peça, à medida que as atrizes interferem nos objetos e na disposição imaginária dos espaços.

O público também enxerga e constrói o espaço de maneira subjetiva, já que os elementos do cenário não têm uma funcionalidade aparente e nem uma organização fixa.

Pendurar alguns elementos segue o jogo de realidade e ficção existente na dramaturgia. A suspensão como vôo da mente. Deixar pendente aquilo que é real, para possibilitar a presença daquilo que não é ou que pode ser. 

Além dos objetos reais, as atrizes desenham no chão, com giz.

A função dos objetos concretos ou desenhados é tanto real quanto imaginária. Nada tem uma utilidade única e/ou aparente, ao mesmo tempo em que tudo sugere uma forma e uma ação.

Existe uma imagem em movimento, instalada em um pequeno monitor ao fundo da cena; um vídeo de B dormindo, que pretende complementar a idéia do quase absurdo: o sonho, as mulheres, o circo, o público, a casa, a imagem gravada e a ação real."  

(Ana Clara Joly)

Fotos: Aneline Curado e Ana Castello

FICHA TÉCNICA

 

direção: Tal Grupo

 

atrizes: Bárbara Teles Cardoso, Naiara Alice Bertoli e Nathalie Soler

 

direção de arte: Ana Clara Joly

 

música original: Dimitri Carmolinga

 

video: Eloah Melo

 

texto: Tal Grupo